Qual a relação entre o consumo de fibras e o equilíbrio hormonal em nosso corpo?


Uma dieta pobre em fibras é tao ruim quanto o consumo de antibióticos com frequência, ambos prejudicam o intestino, o que provoca picos de estrogênio porque seu corpo não pode desintoxicar ou excretar adequadamente os resíduos.

As toxinas ambientais, estão presentes nos aditivos químicos de alimentos industrializados, agrotóxicos, pesticidas e etc.

Com o advento do fast food, essas substâncias estão cada vez mais presentes em nossas vidas e os efeitos na saúde são importantes.

As toxinas ambientais também são chamadas de xenoestrogênios, porque mesmo em doses baixas, eles agem como estrogênio em seu corpo. ⁣ ⁣

Efeitos do excesso de estrogênio

Os sintomas de excesso de estrogênio nas mulheres incluem sensibilidade mamária, retenção de líquidos, síndrome pré-menstrual ruim, miomas e sangramento menstrual intenso.

Nos homens, o excesso de estrogênio pode causar perda de pelos no corpo (incluindo peito, pernas e braços), uma barriga de cerveja e “peitos masculinos”.

A baixa testosterona em homens também pode acelerar o envelhecimento.

A falta de exercício, álcool, estresse, toxinas ambientais ou doenças como diabetes ou mesmo problemas de hipófise também podem diminuir a testosterona.

A baixa testosterona faz com que os homens percam músculos e engordem, levando à disfunção sexual, baixo desejo sexual, fadiga, nebulosidade mental e perda óssea que podem levar à osteoporose.

O consumo de fibras é fundamental para a saúde de nosso intestino, elas alimentam as boas bactérias do intestino que equilibram os hormônios.

Tente incluir duas colheres de sopa de linhaça moída por dia. Você pode colocá-la em um batido ou em uma salada.

Aumente também o consumo de frutas e vegetais orgânicos ricos em fibras.⁣ Você perceberá uma melhora geral.

Lembre-se a comida trabalha em seu corpo de várias maneiras, trabalha em enzimas, em hormônios de comunicação celular, trabalha na função imune, ajuda a sua flora intestinal e a sua função digestiva.

Somos literalmente o que comemos.

Deixe seus comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.