Farinhas

A farinha é freqüentemente vista como um item do mercado genérico e comum.

No entanto um fato que aprendi ao me aventurar pela cozinha foi que ter um pouco mais de conhecimento sobre elas, pode ajudá-la a trazer mais controle e sabor ao seu cozimento, pois existem muitas variedades de farinha,

Pré-revolução industrial, a farinha tinha uma vida útil de apenas alguns dias.

Quando era moído, o gérmen de trigo vazava seu óleo, que ficava rançosa e durava muito pouco.

Durante a revolução industrial, um meio de processar o trigo foi inventado, permitindo a separação dos 3 principais componentes do trigo: o farelo (capa externa dura), o amido ou endosperma (que é o alimento para alimentar o germe ou o embrião) e o germe (que é o embrião).

Assim, eles foram capazes de remover o germe, cujo óleo ficava rançoso e dava à farinha recém-moída uma vida útil muito curta, muitas vezes menos de uma semana.

Com a introdução do trigo processado, eles conseguiram vender a farinha composta inteiramente por endosperma, que era branca e tinha uma vida útil muito longa e proporcionava mais prazer ao consumidor.

O problema é que faltava a fibra do farelo, que desacelera a liberação de açúcares do endosperma para a corrente sanguínea.

A farinha branca é normalmente 80% do peso do grão de trigo, mas consiste em apenas aproximadamente 20% do valor nutricional , além disso vale lembrar que o farelo e o germe pesam apenas cerca de 20% do peso do grão de trigo, mas fornecem 80% de os nutrientes.

Diferença entre farinha integral e farinha branca

A farinha integral é feita do grão inteiro, incluindo farelo, endosperma e germe.

Em comparação com a farinha branca, a farinha integral torna os produtos assados ​​mais densos e com textura mais grossa, também adiciona mais fibras e os torna muito mais saudáveis.

Uso farinhas integrais em todas as minhas preparações.

Saudável versus saboroso é um equilíbrio delicado e que precisa de atenção constante, pois todos nós queremos que nossa comida seja saborosa, mas que também seja o mais saudável possível!

Tipos de farinhas

Farinha branca

É composta pelo endosperma do grão.

Em geral, tem muito menos fibras do que a farinha integral e terá um sabor melhor para a maioria das pessoas, pois os açúcares da farinha estão mais disponíveis devido ao baixo teor de fibra, o que não é tão saudável.

Não costumo usar farinha branca em meus preparos.

Farinha de Centeio

O centeio é um grão, embora não seja um subproduto do trigo.

Possui sabor picante e gomosidade natural quando processado.

Ele tem um nível mais baixo de glúten, então muitas vezes as pessoas com sensibilidade ao glúten consomem centeio sem efeitos nocivos.

A farinha de centeio é geralmente uma farinha mais densa e pesada, com um sabor forte.

Farinha de espelta

Embora a espelta seja tecnicamente uma forma de trigo, costuma ser considerada uma farinha ‘alternativa’.

É um grão antigo, e muitos com sensibilidade aos produtos de trigo convencionais descobrem que são capazes de digerir a espelta com mais facilidade.

Tem um sabor suave de nozes, doçura natural e é relativamente fácil de trabalhar.

A espelta branca pode ser usada no lugar da farinha branca na maioria das receitas.

A farinha de espelta integral é semelhante à farinha de trigo integral.

Farinha de Aveia

Fazer farinha de aveia em casa é muito simples, basta triturar os flocos de aveia para conseguir uma textura de farinha.

Uso muito em minhas preparações em geral.

Farinha de amêndoas

Assim como a farinha de aveia, para fazer farinha de amêndoas basta triturar as amêndoas até conseguir uma textura de farinha.

Uso frequentemente em bolos, cupcakes, pois é muito leve e proporciona uma textura agradável.

Farinha de trigo sarraceno

O trigo sarraceno é na verdade uma semente, conhecida como pseudo grão.

Tem um sabor denso, uma cor mais escura e não contém glúten.

Uso frequentemente misturada com farinhas mais leves em panquecas, bolos, biscoitos e crepes.

Farinha grão de bico

Feita de grão de bico seco.

Tem mais proteína do que a maioria das farinhas e também não contém glúten.

Tem uma linda tonalidade amarela e quando usado em panquecas dá uma aparência de ovo real.

A farinha de grão de bico costuma se aglomerar, por isso é importante peneirar sempre antes de usar.

Adoro a farinha de grão de bico, normalmente é usada na cozinha vegana como substituto do ovo, ótima para fazer omeletes ou massas de pizza, pois mantém as coisas muito bem juntas e uma crocância interessante..


Nunca é tarde para recomeçar!

E você não precisa fazer isso sozinha!

Um Health Coach é alguém que, dependendo das características e necessidades individuais de cada paciente / cliente, o orienta a introduzir gradativamente mudanças em sua vida em termos de saúde, alimentação e bem-estar.

Se você deseja: melhorar sua saúde, perder peso para ter uma aparência e se sentir muito melhor, tem problemas de saúde ligados ao sedentarismo e má alimentação ou quer cuidar melhor da saúde de sua família, saiba que o coaching é perfeito para você.

Agende uma avaliação gratuita de 30 minutos

Acrescente informações que acredite possam ser relevantes para a sessão inicial.

Deixe seus comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.