Vegetais verdes folhosos

Dietas ricas em antioxidantes , que ajudam a combater os danos dos radicais livres que contribuem para o envelhecimento e doenças , são recomendadas para pessoas de todas as idades.

A boa notícia é que um determinado grupo de alimentos, fornece alguns dos maiores teores de antioxidantes, além de muitas outras vitaminas e minerais essenciais.

Esse é o grupo dos vegetais verdes folhosos, como tipos populares como couve e espinafre.

Pesquisadores descobriram que uma dieta que inclui folhas verdes escuras pode defender o corpo contra danos celulares, que estão associados a problemas de saúde, como: doenças neurodegenerativas, doença cardíaca, diabetes, certos tipos de câncer, mortalidade precoce. Tá esperando o quê para incluir mais dessas folhas em sua dieta?

O que são os vegetais verdes folhosos?

Os verdes folhosos são considerados qualquer tipo de planta com folhas e/ou caules que são consumidos como vegetais. Esta categoria inclui vários tipos de saladas verdes, verduras e brotos,

As “folhas verdes escuras” estão entre as mais saudáveis ​​porque uma cor verde rica/profunda indica um alto nível de antioxidantes. Embora não haja necessariamente apenas um tipo de vegetal verde que seja o melhor, alguns dos mais ricos em nutrientes incluem:

Agrião, Couve, Acelga, Brotos (como brócolis, couve e brotos de repolho), Espinafre, Mostarda verde, Dente-de-leão,Couve, Nabos,Folhas de beterraba

Minuto Quiz!!!

O brócolis é uma folha verde?

O  Brócolis – junto com couve de Bruxelas e couve-flor – é na verdade um vegetal crucífero em vez de uma folha verde.

No entanto, é possível comer brotos de brócolis, que são mudas de vegetais comestíveis, consumidos apenas quando as folhas se desenvolvem, e não quando o vegetal está totalmente maduro.

Benefícios das folhas verdes escuras

Eles são carregados com nutrientes e fitoquímicos, mas muito baixos em calorias, há muitos benefícios nas folhas verdes escuras. Na verdade, esses vegetais estão entre os alimentos mais ricos em nutrientes disponíveis para nós, considerando que são baixos em açúcar, carboidratos, sódio e colesterol.

 Algumas das vitaminas, minerais e antioxidantes encontrados na maioria das verduras incluem: vitamina C, vitamina E, vitamina A/betacaroteno, vitamina K, folato, fibra, antioxidantes, polifenóis, flavonóides, luteína, carotenóides e mais.

Eles também fornecem uma boa dose de magnésio, ferro, potássio e cálcio.

Quero te convencer a comer mais folhas verdes, aqui estão mais detalhes sobre os benefícios de comer folhas verdes:

Combate ao câncer

Quase todas as folhas verdes estão cheias de compostos que combatem o câncer que ajudam a proteger as células saudáveis ​​de serem danificadas. Por exemplo, couve e outros vegetais da família brassica contêm glucosinolatos, quercetina e beta-caroteno, que demonstraram ter efeitos anticancerígenos.

De acordo com o Departamento de Agricultura dos EUA, Estudos mostraram que comer 2 a 3 porções de vegetais de folhas verdes por semana pode diminuir o risco de câncer de estômago, mama e pele.

O folato também é encontrado em folhas verdes escuras, como espinafre e couve, que é necessário para facilitar a divisão celular normal e reparar as células que defendem contra o desenvolvimento do câncer. Por exemplo, foi encontrada uma ligação entre maior ingestão de folato e menor risco de câncer de cólon, mama, colo do útero e pulmão.

 Apoie a Saúde do Coração

Comer verduras, como espinafre e acelga, aumentará a ingestão de compostos anti-inflamatórios junto com o potássio, que é necessário para manter a pressão sanguínea saudável e para o funcionamento dos músculos e nervos.

Uma maior ingestão de fibras de vegetais também está associada a um menor risco de problemas cardiovasculares, como colesterol alto e doença arterial coronariana. Além disso, a alta ingestão de vitamina K suporta a coagulação normal do sangue e auxilia na saúde arterial.

Ajuda na digestão

As verduras contêm uma combinação de fibra alimentar, eletrólitos, como magnésio e potássio, e glucosinolatos que podem ajudar na desintoxicação e na saúde do fígado, facilitando a produção de enzimas importantes. Eles também são capazes de reduzir a constipação quando consumidos como parte de uma dieta rica em fibras.

Esses vegetais também são benéficos para manter a saúde metabólica e manter sua energia devido a serem boas fontes de vitaminas do complexo B, folato e ferro – que são necessários para a absorção de nutrientes, fluxo sanguíneo saudável, prevenção de anemia e fadiga e muito mais.. Ajude a proteger seus olhos e visão

Ajuda a manter um peso saudável

As verduras são alimentos de baixo índice glicêmico que podem ajudar a saciar sua fome sem adicionar muitas calorias à sua dieta.

Desfrutar de uma salada diária, acompanhamento de verduras cozidas no vapor ou smoothie verde é uma maneira de ajudá-lo a manter um peso corporal saudável.

Os verdes são especialmente recomendados para pessoas suscetíveis ao diabetes tipo 2, pois possuem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes.

Proteger a saúde cognitiva

Estudos descobriram que o consumo de aproximadamente uma porção por dia de vegetais de folhas verdes diariamente pode ajudar a retardar o declínio cognitivo (como diminuir o risco de Alzheimer e Parkinson).

Idéias de como comer mais folhas verdes no dia a dia

Muitas verduras podem ser apreciadas cruas ou cozidas – no entanto, existem prós e contras em ambas as abordagens.

Por exemplo, cozinhar verduras pode melhorar seu sabor e tornar seus antioxidantes mais disponíveis, mas também pode reduzir os níveis de vitamina C.

Dicas que uso em meu dia a dia

  • Cozinhe no vapor ou refogue verduras amargas como mostarda, dente-de-leão ou couve para torná-las mais apetitosas.
  • Adicione os brotos a sanduíches, saladas, wraps ou para enfeitar sopas.
  • Jogue um punhado de folhas em um smoothie verde. Espinafre e couve são populares para este uso. Tente combiná-los com maçã, manga, abacaxi, mel cru e gengibre fresco.
  • Faça o molho pesto usando suas verduras e ervas favoritas. Tente misturar uma xícara de brotos, uma de manjericão ou coentro, uma cebola picada, um dente de alho picado, raspas e suco de 1/2 limão.
  • Adicione algumas verduras, como acelga ou mostarda, a pratos de massas integrais, juntamente com alho, azeite, tomate cereja e manjericão picado.
  • Use a couve para um wrap regular ou pão para fazer um sanduíche com baixo teor de carboidratos. Escalde as verduras em água fervente por cerca de três a cinco minutos primeiro para amolecê-las.
  • Recheie um wrap ou sanduíche com agrião para uma “mordida” saborosa e também para aumentar sua ingestão de vitaminas e minerais.

Riscos e efeitos colaterais

Embora sejam geralmente alimentos que promovem a saúde e provavelmente não causam efeitos colaterais, os verdes podem conter bactérias e micróbios nocivos se não forem transportados e armazenados adequadamente.

Para ajudar a reduzir o risco de comer vegetais contaminados, lave bem todos os produtos frescos em água corrente para ajudar a remover alguns germes e sujeira. .

Não deixe as verduras à temperatura ambiente por horas, o que pode causar o crescimento de bactérias.

Conclusão

As folhas verdes são alguns dos alimentos mais ricos em nutrientes e são consideradas adições importantes a uma dieta saudável e anti-inflamatória.

Eles são carregados com nutrientes e antioxidantes que combatem doenças, como vitaminas C, A e K; flavonóides; carotenóides; fibra; folato e mais.

Alguns dos tipos mais saudáveis ​​para se concentrar incluem espinafre, couve, mostarda, dente de leão, nabo e bok choy.

Esses vegetais podem ajudar a protegê-lo de doenças cardíacas, obesidade, diabetes, perda de visão e alguns tipos de câncer.




Green Homus

Karla Branco
O homus tradicional consiste basicamente em grão-de-bico, tahine, alho e limão. Meu green homus é uma nova versão adicionando ingredientes simples, mas que transformam um prato já adorado por muitos em um aperitivo irresistível. Uma ótima opção quando você recebe alguns amigos em casa. Fica incrível!
Sem avaliações
Tempo total 15 mins
Tipo de Prato Acompanhamentos
Tipo de cozinha Vegana
Porções 1 pote médío

Ingredientes
  

  • xícara grão-de-bico cozido e escorrido
  • 4 colheres de sopa tahine
  • 1 pitada sal (a gosto)
  • 1 pitada pimenta negra (a gosto)
  • ½ unidade limão espremido (suco)
  • 2 colheres de sopa azeite de oliva
  • 1 punhado espinafres
  • 1 unidade cebola roxa
  • 1 punhado manjericão (fresco)
  • 1/4 copo água (fresca)

Modo de preparo
 

  • Pré-aqueça o forno a 180°C.
  • Forre uma bandeja com papel manteiga. Reserve.
  • Pique a cebola roxa em pedaços medianos. Adicione uma colher de chá de azeite de oliva e mescle bem.
  • Coloque a cebola picada na bandeja reservada e leve ao forno para assar por 15 min.
  • Adicione todos os ingredientes inclusive a cebola assada em um processador e processe até obter uma mistura homogênea com textura aveludada.
  • Durante o processamento adicione uma mínima quantidade de água. O suficiente para ajudar a misturar. Se você não vê necessidade não adicione.
  • Gosto de armazená-lo em um pote hermético, na geladeira dura 2 dias.
  • Gosto de decorar com sementes de sésamo e acompanhar com palitos crocantes, cenouras e pepinos crus fatiados.
Palavras chave grao-de-bico, green homus, homus, homus verde
Experimentou esta receita?Compartilha tua experiência!

Deixe seus comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.